loader image
Notícias

Como cozinhar de forma mais saudável? Vídeos dão dicas para preparar refeições em casa

Materiais educativos produzidos por pesquisadora da Faculdade de Saúde Pública da USP ajudam a desenvolver habilidades culinárias domésticas, buscando desenvolver a autonomia na arte de cozinhar

Publicidade

Jornal da USP – Comunicação da FSP USP – Imagem Pixabay

Com o objetivo de valorizar o ato de cozinhar e contribuir para a promoção da saúde e a autonomia nas escolhas alimentares, a pesquisadora Aline Rissatto Teixeira, da Faculdade de Saúde Pública (FSP) da USP, produziu vídeos educativos e materiais gráficos voltados a usuários e profissionais da Atenção Primária à Saúde do Sistema Único de Saúde (SUS).

O trabalho foi desenvolvido durante o doutorado, que buscou desenvolver a Escala de Habilidades Culinárias Domésticas da Atenção Primária à Saúde (EHAPS).

Publicidade

Com conteúdos validados por um painel de especialistas, os vídeos trazem dicas para o preparo das refeições em casa, visando não apenas subsidiar os profissionais de saúde nas suas orientações aos pacientes, como também auxiliar as pessoas em geral a desenvolver habilidades culinárias.

Incluem dicas sobre planejamento das refeições da semana; seleção, combinação e preparo de alimentos; o desenvolvimento de habilidade multitarefas e ainda sobre confiança quanto à capacidade culinária.

De acordo com a pesquisadora, que teve orientação da professora Betzabeth Slater, do Departamento de Nutrição da Faculdade, o ato de cozinhar contribui para a promoção da saúde e produz autonomia, incentivando escolhas alimentares mais adequadas e saudáveis.

Publicidade

São muitos os obstáculos, contudo, que afastam as pessoas da cozinha, como falta de tempo, insegurança e sobrecarga de tarefas. “Diante dessas dificuldades, saber por onde começar pode ser o mais difícil. Por isso, é importante que os profissionais de saúde tragam, em suas consultas, orientações sobre a prática de cozinhar”, afirma.

A série de vídeos tem o objetivo de contribuir na capacitação dos profissionais de saúde em suas orientações, além de incentivar os usuários a se apropriarem diretamente do conteúdo. As dicas envolvem as habilidades culinárias domésticas necessárias ao preparo de refeições caseiras, buscando desenvolver a autonomia na arte de cozinhar.

Como cozinhar de forma mais saudável?

Seleção, combinação e preparo de alimentos

Planejamento criativo

Confiança quanto à capacidade culinária

Habilidades multitarefas

.
Um dos vídeos, direcionado aos profissionais de saúde, apresenta a importância de abordar esse tema no cotidiano de trabalho da APS. Essa abordagem faz parte do esforço coletivo de promoção da saúde frente a um cenário em que o tempo dedicado ao preparo de alimentos em casa tem diminuído.

Para acompanhar os vídeos, foram elaborados materiais gráficos que ajudam a colocar as habilidades culinárias em prática no dia a dia, com atividades e orientações para o planejamento semanal de refeições, a organização da rotina doméstica, o preparo de refeições rápidas e o uso de temperos naturais.

A produção dos vídeos contou com financiamento da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (FAPESP). A EHAPS é uma escala que avalia as Habilidades Culinárias Domésticas de profissionais da APS. A promoção da Alimentação Adequada e Saudável é uma das prioridades dentro das estratégias de promoção da saúde no SUS.

O Guia Alimentar para a População Brasileira recomenda que trabalhadores envolvidos com a promoção da saúde procurem incluir a culinária como tema de encontros e conversas com a população, além de apoiar o desenvolvimento de habilidades pessoais para promover práticas alimentares apropriadas para cada indivíduo ou grupo social.

Acesse o conteúdo dos vídeos no Youtube neste link e acesse os materiais gráficos na página do projeto.

.
Você também:

Educação infantil: Processo de alfabetização enfrenta desafios após pandemia 

Anatomia e condições hormonais fazem de atletas mulheres as maiores vítimas de lesão no joelho